5 Min Leitura

O que fazer quando o ventilador para de rodar? Descubra!

Homem arrumando o ventilador de teto.

Você sabe o que fazer quando o ventilador para de rodar? Essa manutenção pode envolver diversas etapas, pois nem sempre o funcionamento é interrompido pela mesma causa. Às vezes, ele não está quebrado, mas precisa só de uma revisão cautelosa.

A Clima Rio vai ensinar você o que fazer quando o ventilador para de rodar e as possíveis alterações que levam a falhas durante o uso. Com estas dicas, você mantém os cuidados com o eletrodoméstico em dia e evita imprevistos quando a ventilação for indispensável!

Como fazer o ventilador voltar a funcionar?

Quando o ventilador para de rodar, muitas pessoas pensam que o eletrodoméstico queimou. Por sorte, outros problemas podem gerar desaceleração da rotação, instabilidade do ritmo e barulhos – tudo isso antes dele parar de funcionar. Confira abaixo as causas mais comuns.

Limpeza

Ainda que pareça inofensiva, a poeira que se acumula na hélice pode fazer mal à saúde e, aos poucos, formar uma crosta de sujeira resistente. Como consequência, as pás ficam pesadas e o ritmo de rotação diminui. Além disso, as demais peças podem ficar travadas e oxidadas.

Para evitar esses problemas, basta limpar o ventilador pelo menos uma vez a cada três meses. Se a poeira for resistente, esfregue um pano úmido com água e lave a hélice e a grade com bastante água fria. Caso os resíduos sejam superficiais, use apenas um pano seco.

Para quem quer economizar tempo e evitar a desmontagem, outra forma de limpeza é com o saco plástico. Esse processo é feito com uma mistura caseira e uma sacola cobrindo o eletrodoméstico, que logo é ligado para repelir a sujeira.

Lubrificação

A lubrificação é outra sugestão de processo para quem não sabe o que fazer quando o ventilador para de rodar. Ela consiste na aplicação de um óleo nas buchas do aparelho, que ficam localizadas no eixo da hélice. Quando essa parte está ressecada, ela não consegue girar adequadamente.

É preciso ter atenção durante essa manutenção, já que produtos inadequados podem piorar a situação e acumular mais sujeira. Não utilize óleo de cozinha nem vaselina líquida: eles formam uma graxa resistente quando aquecidos e devem ser evitados.

O ideal é que o óleo utilizado para lubrificar o ventilador resista à alta temperatura atingida pelo motor e mantenha as peças limpas, além de úmidas por mais tempo. Caso tenha dúvidas sobre o procedimento, procure ajuda de profissionais ou siga um tutorial de confiança.

Homem montando o ventilador de teto.

Capacitor

Percebeu uma alteração na velocidade do ventilador e ele parou de rodar? Atente-se ao capacitor. Essa peça é responsável pela transformação da energia elétrica e mecânica, ficando conectada à rede e ao motor.

Quando ele não está armazenando energia ou possui baixa capacitância, insuficiente para receber a energia elétrica, o funcionamento é prejudicado e pode gerar sobrecarga. Mas não se preocupe! Para resolver isso, é só realizar testes na peça usando um multímetro e seguir as dicas já ensinadas no blog.

Troca de peças

Na maioria das vezes, as etapas anteriores são suficientes para a retomada da rotação. Porém, como tudo depende do bom estado das peças, elas também precisam de uma análise minuciosa. Por exemplo, se o teste do capacitor indicar que houve curto-circuito, uma nova peça deve entrar em ação.

Outra parte importante que costuma ser queimada em picos de energia é o fusível, localizado embaixo dos fios mais espessos do aparelho. Ele deve ser trocado pelo mesmo modelo com auxílio de alicate e chave, sem estar conectado à tomada.

Contato com a assistência técnica

Se o ventilador parou de rodar e foi comprado recentemente, acione a garantia ou uma assistência técnica autorizada. Assim, você não corre o risco de iniciar as manutenções por conta própria, tendo a chance de mexer nas peças erradas, realizar os procedimentos de forma inadequada e danificá-lo.

O ideal é que o aparelho não possua sinais de intervenção para que a garantia seja aplicável e os reparos necessários não tenham custos extras. Caso os especialistas notem um defeito, podem solicitar a substituição e já realizar um teste com o novo ventilador.

Compra de um novo aparelho

Já tentou consertar o ventilador em casa e com a assistência, mas o funcionamento continua comprometido? Dependendo do tempo de uso, os reparos podem não ser mais suficientes. Se for esse o caso, invista em um novo modelo com as tecnologias mais recentes do mercado.

Com um novo aparelho em mãos, lembre-se de ligar na voltagem correta e manter as manutenções em dia, de modo que a ventilação se mantenha constante e sem apresentar falhas recorrentes. São os cuidados diários que definem o tempo de vida útil do eletrodoméstico e fazem o investimento valer a pena.

Faça as manutenções com ajuda da Clima Rio!

Agora você já sabe o que fazer quando o ventilador para de rodar e pode continuar tirando suas dúvidas no blog da Clima Rio. Além de se informar sobre seus eletrodomésticos, você também consegue comprar novos modelos para o seu lar ou ambiente comercial no site, onde estão as melhores marcas e preços competitivos!