5 Min Leitura

Descubra quanto tempo um ventilador pode ficar ligado

Mulher abanando o rosto em frente ao ventilador.

Você sabe quanto tempo um ventilador pode ficar ligado ou se ele pode ser usado livremente nos lares e ambientes comerciais? Essa é uma dúvida comum de quem usa o eletrodoméstico com frequência, principalmente durante o verão.

Para tirar a sua dúvida, a Clima Rio preparou um conteúdo com dicas de utilização do aparelho e com os cuidados que devem ser tomados para sua segurança e economia. Confira a seguir!

O uso do ventilador pode ser constante?

Se você quer saber quanto tempo um ventilador pode ficar ligado, é importante analisar as diferentes situações de uso do aparelho. Em um ambiente comercial com funcionamento 24 horas, como clínicas médicas e veterinários, é comum que ele fique ligado de forma constante e em rotação por todo ambiente.

Nesse caso, a ventilação não se concentra em apenas um ponto ou grupo, pois isso pode ser desagradável e prejudicial para a saúde de algumas pessoas. No entanto, um impacto negativo é o aumento do consumo de energia do ventilador, refletido na conta de luz.

Os custos podem ser altos a depender da potência, quantidade de aparelhos e tarifa cobrada na região. Para saber quanto consome um ventilador por hora, é possível fazer um cálculo usando esses elementos. Assim, você consegue estimar o valor de cada mês antes da conta chegar.

Agora, deixar o ventilador muito tempo ligado e em contato próximo com as pessoas, como num dia de calor em casa, pode ter diversas consequências. A ventilação alivia o calor, mas quando fornecida em excesso, pode proporcionar sensações de desconforto, como nariz congestionado, tosse, espirro e garganta “arranhando”.

Isso acontece porque as pás da hélice espalham diversas substâncias no ar, como sujeira acumulada, ácaros, pelos de animais, pólen e muito mais. Tais partículas costumam ter potencial alergênico, principalmente em quem tem problemas respiratórios.

Criança mexendo no celular e segurando a grade do ventilador.

Quais são os impactos negativos do ventilador?

Os desconfortos temporários para a saúde não são as únicas consequências de manter o ventilador ligado 24 horas por dia. O contato intenso por longos períodos pode ressecar as vias respiratórias da boca e das mucosas, além de comprometer a proteção contra agentes alérgenos.

Por isso, a ventilação deve ser controlada, principalmente em ambientes com idosos, bebês, crianças e pessoas com tendência alérgica. Na hora de dormir, é preferível desligar o aparelho e manter apenas um umidificador ou climatizador no quarto, o que ajuda a minimizar os problemas mencionados.

Para não dormir com o ventilador ligado, a dica é usar a função timer. Com ela, o tempo de utilização fica limitado ao período selecionado e a movimentação das pás é interrompida de forma automática. Isso evita a interrupção do sono e os prejudiciais mencionados.

Com essas informações, você já consegue definir quanto tempo um ventilador pode ficar ligado em casa e fazer um bom uso do aparelho. É importante ressaltar que, para a segurança de todos, ele não deve permanecer em funcionamento sem supervisão.

Poucos sabem, mas ao deixar o ventilador ligado sozinho, diversos acidentes podem acontecer. Manter o aparelho ligado em uma tomada com outros eletrodomésticos pode sobrecarregar a rede e iniciar um incêndio.

Também é preciso prestar atenção para que certos objetos não fiquem presos no aparelho devido ao fluxo de ar, como cortinas e sacolas plásticas. Caso isso ocorra, o eixo fica travado, impedindo o funcionamento do dispositivo de proteção. Como consequência, a temperatura do aparelho pode atingir mais de 200° em poucos minutos.

Como ter mais segurança durante o uso?

Não há uma resposta exata para “quanto tempo um ventilador pode ficar ligado”, então o segredo é ter cuidado durante o uso. A primeira medida de segurança é utilizar o aparelho somente quando houver pessoas no ambiente, sem antecipar o funcionamento para deixar o ar fresco antes de receber visitas, por exemplo.

Se for esse o caso, o melhor a se fazer é usar um aparelho para climatização. O ar-condicionado deixa o cômodo com a temperatura desejada e não há limitações de funcionamento, somente um consumo de energia elevado, mas também evitável com modelos econômicos.

Para uma ventilação constante e eficaz, posicione o aparelho em direção ao teto, onde costuma se concentrar o ar quente. Vale também virar para o sentido da janela, aproveitando o fluxo de ar externo.

Durante épocas de altas temperaturas, mantenha o ventilador no chão, com ajuste para o alto, rotação para os lados e em direção à parede. Assim, o ar quente é jogado para fora do ambiente.

Diferentemente dos modelos de mesa e coluna, em que essas alterações são feitas com facilidade, o ventilador de teto tem outras formas de ajuste. Ele conta com o modo exaustor, que retira o ar quente do alto do cômodo e o dispersa pelo ambiente ou para fora, caso as janelas estejam abertas.

Confira mais cuidados com o ventilador na Clima Rio!

Já sabe quanto tempo um ventilador pode ficar ligado e quer descobrir mais curiosidades para usá-lo adequadamente? Continue acompanhando os conteúdos no blog da Clima Rio, uma referência nacional em soluções de climatização e refrigeração!